Solução de Nuvem da Cisco Meraki se vale do poder da nuvem para automatizar rede, coletando informações, reduzindo complexidade de instalações e ampliando a visibilidade da rede – sem aumentar os custos de implantação ou propriedade

Se valer do poder da computação em nuvem e da automação para reduzir substancialmente a quantidade de trabalho manual executado pelos gestores de uma rede corporativa de longa distância. É esse o poder que a Cisco Meraki dá aos seus usuários: muito do que antes era executado “na unha”, agora pode ser feito automaticamente. E, melhor ainda, sem a necessidade de contratar equipamentos e serviços adicionais.

“No dia a dia, a Cisco Meraki simplifica o ecossistema de gerenciamento e visibilidade de rede, porque passa a automatizar a rede com informações que em outras plataformas só eram dadas por outros sistemas ou softwares”, explica Klaus Engelmann, Chief Product Officer da Nap IT. “Em uma interface única você gerencia switches, APs, câmeras e firewalls.”

Segundo o executivo da Nap IT, além de mais competitivo e menos complexo, a Cisco Meraki se vale da automação para economizar tempo e dinheiro simultaneamente ao ampliar a visibilidade da rede. Mas como essa automação se dá na prática?

Confira seis características que tornam a Cisco Meraki uma solução para automatizar rede:

  1. Atualização e controle de versão de firmware

Uma grande vantagem da Cisco Meraki com relação aos competidores e demais produtos do mercado é a capacidade de atualizar o firmware – o software controlador – de um equipamento de rede. Isso quer dizer que switches, access points (APs), firewalls e câmeras de segurança estarão sempre em versões mais recentes, corrigindo falhas e vulnerabilidades detectadas pelo fabricante, ou até mesmo implementando novas funcionalidades.

Caso o administrador da rede precise, seja para obedecer às políticas de compliance ou outras questões, é possível interromper o processo. O controle fica inteiramente na mão do usuário, enquanto em outras plataformas esse processo precisa ser feito manualmente.

  1. Controle e auditorias de mudanças e configurações.

Todos os equipamentos Cisco Meraki contam com um sistema automático de registro de mudanças e novas configurações, de modo a facilitar o trabalho de auditoria na infraestrutura – ou mesmo dar aos administradores um histórico de todas as operações administrativas feitas. Isso permite identificar mais rapidamente problemas decorrentes de mudanças nas configurações, por exemplo.

Tudo que é alterado gera um registro possível de se consultar, recurso que não existe em produtos de outras linhas e fabricantes de forma nativa. Redes de outras marcas exigem um sistema contratado a parte para registrar essas mudanças, enquanto na Cisco Meraki ele é embarcado, não exigindo qualquer pagamento adicional.

  1. Controle e visibilidade de licenças de uso

Todo equipamento conectado em uma rede possui softwares embarcados que dependem de licenciamento. Na Cisco Meraki é possível centralizar o controle dessas licenças em uma única tela, de forma automatizada. Dados como validade, quantidade e localização ficam disponíveis para o administrador em tempo real.

Outras plataformas exigem softwares que façam isso. O recurso permite maior controle de custos do gestor de TI, que passa a ter visão do custo total de propriedade, perspectivas de renovação e contratos futuros de suporte.

  1. Inventário automático de equipamentos

Com esse recurso é possível saber, em tempo real, em que parte do Brasil e do mundo os equipamentos de rede estão, incluindo informações como data de instalação e momento em que apresentaram problemas. O inventário de todos os ambientes inclui quantidade de equipamentos online e offline em uma única tela e de forma fácil de entender.

O mapa permite dar zoom em localidades (sites) específicos, com equipamentos identificados por cores – bolas verdes e azuis indicam equipamentos em funcionamento, enquanto as vermelhas indicam possíveis problemas.

  1. Zero touch provisioning

Em tradução livre, o “provisionamento sem contato” permite criar um perfil de configurações para determinados tipos de equipamento, como um switch, por exemplo. Cada vez que um switch Meraki é conectado à rede, ele é configurado automaticamente, sem nenhuma necessidade de trabalho manual por parte do administrador.

Essas configurações podem ser criadas antes mesmo de qualquer equipamento estar associado à rede. As configurações são feitas no dashboard Meraki ou na nuvem, e quando o equipamento for ativado vai literalmente fazer o download automático das configurações e atualizações de firmware. Quase um plug & play.

  1. Visibilidade de tendências da rede (network trends)

Sem adicionar qualquer sistema de monitoramento ou gerenciamento, a Cisco Meraki calcula e informa a carga de utilização dos equipamentos, número de clientes conectados, aplicações usadas, entre outros parâmetros. Isso permite saber o tamanho da demanda sobre a rede, instantaneamente ou ao longo do tempo, permitindo correções ou redimensionamentos e evitando gargalos que podem prejudicar o bom andamento dos negócios.

Essas são algumas das facilidades que a Cisco Meraki oferece para a gestão de redes de sua empresa e como forma de automatizar a rede. Processos que garantem agilidade e produtividade para sua equipe de tecnologia.

Quer saber mais sobre Cisco Meraki? Acesse nosso Paper Ilustrado e confira mais recursos e benefícios!

Paper Ilustrado Cisco Meraki

Temos uma equipe formada de especialistas na solução e que contam com mais de 70 certificações Cisco Black Belt com ênfase em Cisco Meraki.