DCI: Tuning de Rede – um negócio disruptivo

Artigo de Rodrigo Alabarce, CEO da companhia, apresenta o Tuning de Rede como um modelo de negócio disruptivo, que difere dos serviços de tecnologia convencionais, mas garante o alto valor agregado às empresas.

Confira na íntegra o artigo publicado no DCI – Diário, Comércio, Indústria e Serviços, um dos jornais mais tradicionais focado na indústria do estado de São Paulo.

Clique na matéria e saiba mais sobre o Tuning de Rede e negócios disruptivos!

Ou leia abaixo o artigo na íntegra!

 

DCI-Tuning de Rede: modelo disruptivo


Tuning de rede: um modelo de negócio disruptivo

Por Rodrigo Alabarce

O mundo dos negócios vem se modificando ano a ano. E diante de um cenário de crise, ele se torna ainda mais propício para as inovações, fruto de mentes criativas e antenadas com as novas demandas da sociedade. Com o respaldo das tecnologias, essas inovações desafiam as estruturas e os padrões já estabelecidos e geram modelos de negócios com alto valor agregado aos produtos e serviços, por isso são vistas como disruptivas.

Podemos citar como exemplo as indústrias do cinema e da música, dois segmentos que se mantiveram intocados durante décadas, até que a queda de vendas, gerada pela pirataria, fez com que os profissionais da área se reinventassem. Hoje, temos as vendas online de músicas e filmes como um novo e rentável nicho de mercado.

Isso não é diferente no setor de tecnologia. Até pouco tempo, as empresas que dependiam de uma rede de alto desempenho para conduzir seus negócios sabiam que teriam de investir constantemente em equipamentos e serviços. Essa visão está mudando aos poucos, já que as empresas agora podem apostar no Tuning de Rede como um modelo de negócio que traz eficiência na manutenção de ambientes tecnológicos a custos mais baixos.

O Tuning de Rede é uma metodologia aplicada na infraestrutura de redes corporativas que resulta na melhoria do desempenho de equipamentos já instalados. Isso é possível por meio de configurações e otimizações realizadas por profissionais com conhecimento e alta capacidade técnica.

Esse modelo de negócio é disruptivo porque não segue os padrões dessa indústria. É um serviço que está associado ao elevado nível de conhecimento profissional. Enquanto grandes fabricantes de equipamentos de rede empregam seus esforços na venda de novos hardwares, o Tuning de Rede escala a possibilidade de uma empresa, em qualquer parte do mundo, ter uma rede de alta performance.

Ser adepto a dar uma sobrevida aos equipamentos de rede não significa ser contra a aquisição de novas soluções. Mas sim, é uma forma de defender a renovação das tecnologias a seu tempo e dentro da realidade das companhias. Nesse modelo de negócio, as necessidades do cliente vêm em primeiro lugar, e não as metas de vendas de equipamentos.

Se vivemos uma crise cíclica, atuar com uma solução disruptiva é uma forma de estar ativo e competitivo no mercado.

* Rodrigo Alabarce é CEO da Nap IT- Network Solutions

2019-07-19T18:24:21-03:0026/08/2016|Categories: Saiu na Imprensa, Tuning de Rede|Tags: , , |
WhatsApp chat