Como Jeferson Nascimento ajustou a videoconferência de uma empresa global

Ao mapear equipamentos e data centers de uma empresa de bebidas, Jeferson Nascimento, especialista de Infraestrutura, conseguiu integrar as tecnologias, melhorando o desempenho da videoconferência na companhia. Problema já persistia há 10 anos

Quem tem uma sala de telepresença sabe que qualquer problema de conexão gera grandes impactos na rotina – sempre cheia de reuniões. Agora, imagina quando essa instabilidade já perdura 10 anos?

Esse foi o caso de um dos nossos clientes que atua no setor de bebidas. Com 50 salas de telepresença na região da América Latina, a empresa levou uma década até conseguir ter uma rede estável e de alta performance para videoconferência.

O responsável por encontrar e solucionar a falha foi Jeferson Nascimento, especialista de infraestrutura da Nap IT. “Os pacotes de transmissão de dados utilizavam classe de voz, com largura menor que a de vídeo, durante as reuniões. Isso fazia com que a tecnologia tivesse um baixo desempenho, como se um download fosse feito em conexão discada e não banda larga”, ressalta.

Descobrindo o problema de conexão

Segundo Jeferson, a Quality of Service (QoS), que tem a tarefa de garantir que os dados circulem entre dois pontos de rede, estava aplicada de maneira errada na infraestrutura.

“A perfeita aplicação das configurações é o que assegura que a transmissão saia do site A para o site B sem comprimir o vídeo. Quando isso não acontece, a imagem fica pixelada ou há congelamento durante uma reunião”, exemplifica.

Para chegar a esse diagnóstico, o engenheiro mapeou cada equipamento de forma individual.

Foi nesse ponto que o especialista identificou que a configuração não estava correta. Mesmo após ajustes e uma nova análise, o desempenho das tecnologias não atingiu o nível desejado.

Com isso, o próximo passo foi avaliar os switches e roteadores para entender como eles trocavam tráfego local com a operadora de internet. As duas análises somaram, ao todo, pouco mais de 30 equipamentos e dois data centers na Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia.

QoS era a chave para ajustar a videoconferência

Para entender e solucionar o problema, a consultoria da Nap IT atuou por quase dois meses. “Levamos um mês e meio fazendo auditoria e identificando em quais máquinas a configuração estava incorreta. Depois segui para a Argentina, quando fiquei uma semana ajustando localmente os equipamentos com a equipe local”, ressalta Nascimento.

O engenheiro explica que o caminho foi utilizar as melhores práticas para a instalação correta do QoS. “O QoS é aplicado diretamente nos equipamentos. Cada modelo tem uma aplicação padrão e essa aplicação foi feita diretamente nas máquinas que estavam com a configuração errada”, conta.

Depois de 10 anos sofrendo o impacto de uma má configuração, a resolução da Nap IT garantiu melhor tráfego de dados: e isso, por sua vez, fez com que as salas de telepresença passassem a atuar com alta qualidade e performance. 

Está com problemas em sua rede? Fale com nossos consultores e descubra porque um Mestre do Tuning vai fazer a diferença em sua empresa!