Document Management: Nap IT segmenta rede da e-Sales para otimizar performance e segurança de dados

Com o objetivo de organizar a rede de dados, direcionar os clientes para a linha de serviços correta e reduzir ruídos entre os departamentos, a e-Sales, empresa especializada em processos intraempresariais, investiu na segmentação de seu ambiente de rede.

O projeto contou com a especialização da Nap IT, consultoria de redes corporativas e integração de soluções, para definir as melhores práticas, configurar as tecnologias, gerar documentação atualizada, bem como, acompanhar o pós-implantação por período determinado.

Ao conectar cada equipamento em sua rede específica, a segmentação possibilita que os departamentos distintos conversem entre si, mas evita cruzar dados que não interessam para o outro setor. Em caso de incidentes ou falhas em um ambiente, as demais áreas não são impactadas. Portanto, a interferência diminui porque os equipamento como impressoras, firewalls, roteadores, switches, servidores, storage estão conectados em redes específicas.

O primeiro desafio da Nap IT foi apontar qual a segmentação mais adequada para atingir a melhoria da performance da rede. De acordo com o Rodrigo Alabarce, CEO da Nap IT, a estratégia foi segmentar uma rede para clientes no Data Center, de acordo com a linha de serviços utilizada. “A segmentação eleva o nível de segurança, já que cada departamento mexe somente nos documentos que competem a sua área. Com essa divisão, fica mais fácil identificar o problema na rede ao focar somente no ambiente em que um incidente está ocorrendo”, explica Alabarce.

Estratégias e soluções para cumprir a meta

Pelo conhecimento da Nap IT em ambientes de rede multiplataforma, foram realizadas as implementações de soluções legadas da e-Sales aos Switches Dell Networking N4000 e configuração de rede VLANs, aplicando metodologias que representam as melhores práticas de IT.

As novas configurações foram aplicadas ao ambiente de Data Center da e-Sales e, ainda, contou com a criação de rede de servidores, redes de Zona Desmilitarizada (DMZ) e redes de conectividade. Foram integradas cinco VLANs em dois roteadores; uma rede backbone; e mais duas redes para servidores distintos.

Segundo o gerente de Infraestrutura da e-Sales, Rudimar Grass, o projeto contou com as melhores práticas e configurações de segurança recomendadas pelas ISOs e normas de controle de rede e Internet. “Estas alterações foram vitais para o bom funcionamento e garantia da segurança do ambiente. A segmentação trouxe melhoria na performance, impactando diretamente no funcionamento dos sistemas da e-Sales e na segurança da rede dos clientes”, finaliza.

WhatsApp chat