Com o objetivo de levar a empresa a um alto nível de automação e qualidade, a BAT investe em Transformação Digital

Na British American Tobacco, o programa GMES (Global Manufacturing Execution System), lançado em 2018, visa a qualidade da produção de tabaco de todas as suas fábricas do mundo.

Para a unidade do Chile, a integração de tecnologia de ponta permitiu a atualização dos equipamentos de rede e ampliou a cobertura da infraestrutura de conectividade sem fio, dando apoio ao GMES. A Nap IT foi a parceira tecnológica para essa integração, que virou caso de sucesso na revista Cisco Live Magazine.

Entenda a atuação da Nap IT no projeto – da análise do ambiente à identificação e aquisição dos novos equipamentos -, lendo o case abaixo ou acesse a publicação na Cisco Live Magazine!

Boa leitura!

BAT do Chile inova tecnologias atendendo às metas em Transformação Digital do Grupo

O poder da tecnologia está sendo sentido em todo o mundo da indústria e mudando fundamentalmente os métodos de produção.

Seja pela alcunha de indústria 4.0, internet industrial das coisas (IIoT) ou manufatura avançada, o poder da tecnologia está sendo sentido em todo o mundo da indústria e mudando fundamentalmente as cadeias de valor e os métodos de produção. Na produção, no entanto, essa mudança já é perceptível por meio das chamadas fábricas inteligentes.  Uma mudança tão grande que a previsão global é de um acrescimento de até US$ 1,5 trilhão à produção global do setor industrial nos próximos cinco anos.

Isto acontece porque a tecnologia permite que as fábricas produzam mais enquanto reduzem os custos. Explica-se: com equipamentos inteligentes e conectados, a produção consegue se programar com mais eficiência e programar as paradas para manutenção de equipamentos, deixando para trás as surpresas desagradáveis do dia-a-dia analógico.

Focada em implementar Transformação Digital em suas unidades de negócios em âmbito mundial, a BAT vem investindo, cada vez mais, em seu parque tecnológico. O objetivo: levar a empresa a um alto nível tecnológico e de automação.

Operando sob o padrão British American Tobacco 4.0, a indústria ganha produtividade, porque há maior previsibilidade das paradas de equipamentos para manutenção, além, obviamente, do acompanhamento da produção em tempo real.

Para chegar ao modelo conectado e monitorado em tempo real, a (BAT) tem implementado programas que visam integrar soluções de apoio à gestão da produtividade.  Em 2018, a BAT lançou o programa de qualidade GMES (Global Manufacturing Execution System), cuja meta é fortalecer a solução tecnológica no campo da produção de tabaco de todas as fábricas do mundo.

O GMES consiste em fazer uma transformação tecnológica dentro da fábrica, por meio da integração de tecnologias adequadas para elevar a performance da empresa em processos de gestão de qualidade.

Já implementado em algumas das unidades BAT pelo mundo, o projeto conta com a integração tecnológica da Nap IT, empresa brasileira com filial no Chile e parceira da Cisco, também foi escolhida para encabeçar a iniciativa na unidade da BAT no Chile.

A atuação da Nap IT foi diretamente na análise do ambiente tecnológico, na identificação dos equipamentos necessários para a atender às exigências globais do programa e na negociação para a aquisição dos novos equipamentos.

No Chile, o projeto teve como principal atributo a atualização dos equipamentos de rede para ampliar a cobertura da infraestrutura de conectividade sem fio. Segundo Guilherme Garibotti, gerente de projetos sênior da Nap IT, a nova área de cobertura Wi-Fi contou com todo o trabalho baseado nas diretrizes atualizadas da BAT para os processos de integração de tecnologias: seguir tendências, gerar transformação digital e se equipar com características da indústria 4.0.

Dentre as tecnologias adquiridas e integradas na unidade do Chile, estão equipamentos de rede, como switches principais, firewalls, switches de acesso, pontos de acessos, fibra ótica, impressoras (de etiqueta) e handhelds.

“Os equipamentos de rede foram substituídos principalmente porque precisavam suportar novas tecnologias e atender aos padrões de segurança”, informa Alejandro Peraza,

Regional Operations IDT Business Analyst (AmSSA) da BAT Chile. Segundo ele, a Nap IT, mais do que um provedor, atuou como um aliado de negócios, levantando as demandas e as possíveis falhas que enfrentariam. “Eles indicaram uma configuração de rede e infraestrutura que permitiu às aplicações globais encontrar as mesmas condições no ambiente local”, enfatiza Alejandro Peraza.

Projeto finalizado

Com a conclusão do projeto em meados de julho de 2019, a unidade BAT Chile passou a contar com recursos de tecnologias de ponta, que garantem ainda mais confiabilidade ao ambiente de rede, integração entre departamentos e uma visão global sobre o desempenho dos equipamentos e do negócio como um todo.

Alejandro Peraza destaca que o novo ambiente de rede, já no padrão IPv6, suporta cargas mais amigáveis e estáveis, algo importante para aplicações que rodam 24×7 e das quais dependem a produção de cigarros da BAT. “A rede é totalmente diferente da convencional, que não trabalha com tanta carga de dados, regras de especificações e segurança. Por sermos uma indústria de produção, precisamos de uma rede muito mais estável”, comenta Alejandro Peraza.

Agora, a BAT Chile acompanha os números de produção em tempo real e possui capacidade de reação e de tomada de decisões em tempo reduzido. “As notificações de qualidade também são vistas em tempo real e podemos aplicar uma ação corretiva de forma mais rápida, o que aumenta a confiabilidade na qualidade do produto”, finaliza Alejandro Peraza.

BAT Chile

Com sede em Londres e presença em mais de 200 países, a Britsh America Tobaco (BAT), empresa acionista da Souza Cruz no Brasil, ingressou no processo de transformação digital, promovendo uma atualização da rede de comunicação e implementando conectividade dos equipamentos de chão de fábrica em todos as unidades. Uma das instalações mais recentes foi empreendida no Chile pela parceria Cisco NAP IT.

Por meio da BAT Chile S/A, a British American Tobacco Chile Operaciones S.A., através de sua filial BAT Chile comercializa e atende diretamente 27 mil clientes. Além disso, conta com uma fábrica de cigarros em Casablanca, V Región e uma planta de desenvolvimento de tabaco na cidade de San Fernando na VI Região.

No Chile, a fabricante comercializa sete marcas de cigarros: Kent, Lucky Strike, Dunhill, Pall Mall, Belmont y Hilton.